Cólera e Botulismo

 

CÓLERA

É uma doença causada pelo Vibrio cholerae (vibrião colérico; figura 3.14), que é transmitido pela ingestão de água ou alimentos contaminados, crus ou malcozidos (ele morre em água fervida e em alimentos cozidos).

O vibrião se instala e se multiplica na parede do intestino delgado, produzindo substâncias tóxicas e provocando forte diarreia. As fezes são aquosas e esbranquiçadas (parecem água de arroz), sem muco ou sangue. Ocorrem também cólicas abdominais, dores no corpo, náuseas e vômitos. O grande perigo está na rápida desidratação provocada pela diarreia: o doente pode perder de 1 L a 2 L de líquido por hora. Como consequência, apresenta muita sede, cãibras, olhos encovados e pele seca, azulada e enrugada. Se o processo continuar, pode haver rápida insuficiência renal e morte em 24 horas ou menos. Por isso, é preciso procurar logo atendimento médico para que a perda de água seja controlada por meio de reidratação endovenosa com soro e antibióticos.

Mais de 90% das pessoas que contraem cólera permanecem assintomáticas, podendo sofrer apenas diarreia branda (mas podem transmitir o vibrião por cerca de trinta dias). Embora haja vacinas, a eficácia é apenas parcial (em geral, cerca de 50%) e dura poucos meses. Por isso, a doença somente pode ser erra dica da com medidas de higiene e saneamento básico.

Fig. 3.14 Vibrião colérico (imagem ao microscó­pio eletrônico; aumento de cerca de 10 mil vezes) .

Fig. 3.14 Vibrião colérico (imagem ao microscó­pio eletrônico; aumento de cerca de 10 mil vezes) .

Como medidas de higiene para se prevenir contra a cólera e outras doenças transmitidas pela água, deve-se evitar beber água que não tenha sido tratada, isto é, deve-se tomar água filtrada e fervida ou esterilizada com produtos à base de cloro; lavar frutas, verduras e legumes que serão consumidos crus e deixá-los de molho em água com produtos à base de cloro, seguindo as instruções da embalagem; ferver o leite e deixá-lo protegido contra moscas e insetos; lavar as mãos antes de preparar ou consumir alimentos.

 

BOTULlSMO

Trata-se de uma intoxicação grave provoca da pelo Clostridium botulinum ou por seus esporos, presentes em alimentos contaminados.

Essa bactéria produz uma toxina que afeta o sistema nervoso e provoca tremores, vômitos e fraqueza muscular progressiva, que pode evolui para paralisia respiratória e morte se não houve socorro imediato (é necessário tratamento hospitalar).

Para evitá-la, os alimentos devem ser preparados e conservados adequadamente. Há maior número de casos por consumo de conservas caseiras do que de alimentos industrializados. Não se deve consumir alimentos com cheiro estranho ou enlatados em que a lata esteja em mau estado de conservação (figura 3.15) ou estufada. Isso pode significar que os microrganismos em seu interior estão ativos e realizaram fermentação (eles são anaeróbios obrigatórios), liberando gás carbônico, que estufou a lata.

Fig. 3.15 Atenção ao estado das latas usadas para guardar os alimentos. Estes podem estar contaminados.

Fig. 3.15 Atenção ao estado das latas usadas para guardar os alimentos. Estes podem estar contaminados.

Sobre Kbral

Cursando Arquitetura e Urbanismo FAACZ - Aracruz - ES
Galeria | Esse post foi publicado em 1º ano, 2º ano, 3º ano e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s