Conservação dos Alimentos

Entre as técnicas de conservação de alimentos, temos:

  • o congelamento, feito em congelador ou em freezer, para evitar que as bactérias se reproduzam;
  • a fervura, que mata muitas bactérias;
  • a pasteurização, em que o leite é aquecido a 72°C ou 75 °C de 15 a 20 segundos e depois resfriado rapidamente até abaixo de 10°C, o que destrói boa parte das bactérias;
  • a desidratação, que, pela secagem ao solou por salgamento, retira água do alimento e impede a reprodução dos germes;
  • a Iiofilização, em que o alimento é desidratado rapidamente e sob baixas temperaturas;
  • o uso de aditivos químicos, que, além de conservarem o alimento, servem para lhe dar cor, aroma, sabor ou consistência;
  • a irradiação, em que o alimento é bombardeado com raios gama, que destroem os germes.

O leite do tipo longa vida, também chamado de I leite UHT (do inglês Ultra High Temperature, temperatura ultra-alta), é submetido, durante cerca de 4 segundos, a uma temperatura entre 130°C e 150°C. Com isso, todos os microrganismos são eliminados, e ele pode ser conservado, quando ainda fechado, fora da geladeira e bebido sem que seja fervido. Depois de aberto, deve ficar na geladeira e ser consumido em até três ou quatro dias. Mas, nesse tipo de leite e em qualquer outro alimento, devemos sempre observar a data de validade indicada na embalagem.

Nas quantidades consumidas normalmente, os aditivos são considerados seguros. Contudo, seu uso nos produtos precisa ser controlado pelo governo, pois alguns aditivos, se ingeridos em grande quantidade, podem causar problemas ao nosso organismo. Além disso, determinados aditivos podem provocar alergia em algumas pessoas – que deverão, portanto, evitar o consumo de alimentos que tenham esses aditivos.

Aplique seus conhecimentos

Leia o texto abaixo e responda à questão.

A descoberta da penicilina e as superbactérias

Em 1928 o cientista escocês Alexander Fleming (1881-1955) estava cultivando bactérias em placas de vidro quando observou que uma das placas tinha sido contaminada por fungos e que as bactérias não cresciam ao redor da região onde estava o fungo, da espécie Penicillium notatum. Pensou, então, que talvez o fungo produzisse uma substância com a propriedade de inibir a reprodução das bactérias. Estava aberto o caminho para produção da substância denominada penicilina, o primeiro antibiótico produzido.

Os antibióticos agem bloqueando algum processo do metabolismo da bactéria, como a síntese da parede celular (caso da penicilina), a replicação do DNA ou a síntese de proteínas. Com eles surgiu a possibilidade de curar doenças que até então podiam levar à morte, como pneumonia, meningite, peste e sífilis, entre outras.

No entanto, algumas bactérias patogênicas já são capazes de resistir a praticamente todos os antibióticos. Uma das causas da disseminação delas é o uso excessivo e inadequado desses medicamentos, que acabam selecionando mutantes resistentes. Isso acontece quando o antibiótico é usado em dose ou tempo menor que os indicados. Nesse caso, eles não matam todas as bactérias e, com o tempo, uma bactéria mutante resistente pode acabar se reproduzindo.

Por isso, não se deve tomar antibióticos sem orientação médica nem interromper o tratamento antes do indicado, mesmo que os sintomas tenham desaparecido.

O uso de antibióticos na ração de gado e aves promove crescimento mais rápido desses animais. Essa prática, porém, tem sido criticada. Que problemas ela pode trazer para o ser humano?

Sobre Kbral

Cursando Arquitetura e Urbanismo FAACZ - Aracruz - ES
Galeria | Esse post foi publicado em 1º ano, 2º ano, 3º ano e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s