Importância ambiental dos vírus

Os vírus são encontrados em qualquer ambiente e representam, desde o surgimento da vída nos oceanos, um importante fator de seleção natural. Segundo o médico oncologista brasileiro Drauzio Varella (1943-), “[...] como a estrutura química dos genes de vírus, bactérias, plantas ou seres humanos é idêntica, genes virais podem colonizar genomas alheios e integrar-se ao patrimônio genético da espécie infectada. A surpreendente biodiversidade dos vírus, sua capacidade de infectar os mais diversos organismos, a velocidade com a qual se multiplicam no interior das células e as mutações sofridas por eles fazem das partículas virais a maior fonte de inovação genética que a vida foi capaz de engendrar em nosso planeta. [ ... ]

Assim, os vírus não devem ser considerados apenas desnecessários e causadores de prejuízos. Eles são importantes para a diversidade genética e para o equilíbrio do meio ambiente.

Novo vírus torna a terapia gênica mais eficaz

Uma nova estratégia criada por pesquisadores brasileiros promete melhorar a eficácia da terapia gênica contra o câncer. A técnica consiste em inserir dois genes num vírus que os “carrega” para dentro das células cancerosas, que passam a produzir proteínas responsáveis por regular a sua proliferação. O novo método se mostrou mais efícaz do que o procedimento convencional, pois provocou morte rápida de várias células cancerosas humanas em cultura ou inseridas em camundongos, além de ser mais vantajoso economicamente.

A técnica foi desenvolvida ao longo de três anos pela equipe da geneticista Eugenia Costanzi-Strauss, da Universidade de São Paulo (USP). [ ... ] Os resultados obtidos até aqui são animadores: o vírus fabricado pela equipe provocou redução de 78% no tamanho de tumores (derivados de células de carcinoma de pulmão humano) desenvolvidos sob a pele de camundongos, apenas seis dias após ser injetado localmente. Nos experimentos com cultura dessas células, todas morreram três dias após submetidas ao tratamento.

A terapia gênica é apontada como um dos mais promissores campos da medicina do século 21. [ ... ] “Esses genes controlam a proliferação das células, pois regulam o seu ciclo de divisão e induzem o processo de envelhecimento e morte celular”, explica a pesquisadora.

Até aqui, usava-se um vírus para inserir cada candidato a gene terapêutico nas células. O trabalho inovador da equipe brasileira aumentou a eficiência da terapia, pois garantiu a “entrega” e expressão dos dois genes por um mesmo vírus, fornecendo à célula uma segunda opção caso um deles não funcione. Além disso, o uso de um único vetor é mais viável comercialmente, caso a técnica venha a ser usada em larga escala no futuro. [ ... ]

Costanzi-Strauss acrescenta que o novo método, em associação com as terapias tradicionais (radioterapia elou quimioterapia), poderia extinguir o tumor e aumentar a sobrevida do paciente. Assim, a toxicidade do tratamento seria menor, pois a terapia gênica é menos agressiva do que os tratamentos tradicionais, que teriam sua dose reduzida. “Além disso, a terapia gênica representa uma ótima alternativa no tratamento de tumores que não podem ser removidos cirurgicamente por estarem localizados em regiões vitais.”

About these ads

Sobre Kbral

Cursando Arquitetura e Urbanismo FAACZ - Aracruz - ES
Galeria | Esse post foi publicado em 1º ano, 2º ano, 3º ano e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s